Em noite de terror, ladrões explodem e assaltam empresa de carro-forte em Campinas


Um novo mega-assalto a uma transportadora de valores foi registrado na madrugada desta segunda-feira (14) em Campinas, no interior de São Paulo. É o segundo caso em apenas quatro meses. O primeiro ocorreu em novembro do ano passado e, até agora, ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 20 homens fortemente armados chegaram à unidade da Protege, no bairro São Bernardo, região sudoeste da cidade, e explodiram com ajuda de bombas uma das paredes que dão acesso ao interior da empresa.

Em seguida, foram feitos disparos com armas de grosso calibre contra o prédio. Os funcionários que estavam no local foram rendidos. A ação, segundo a polícia, durou quase 90 minutos. Os ladrões fugiram em seguida e o valor roubado ainda não foi revelado.

Na fuga, por volta das 4h, os criminosos colocaram fogo em dois veículos no trevo entre as rodovias Anhanguera e Bandeirantes. Os acessos para a pista norte da Anhanguera ficaram fechados até as 8h31, segundo a concessionária Autoban. O congestionamento foi de 2 km.

O teto do prédio da Protege foi danificado e prédios vizinhos também foram atingidos. Moradores de bairros próximos relataram nas redes sociais que ouviram muitos tiros e explosões durante à noite. Não há registro de feridos. Até o momento, ninguém foi preso.

A ocorrência ainda está sendo registrada na DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Campinas. A Polícia Civil já investiga o crime e a Polícia Militar faz buscas na região atrás dos criminosos. Os funcionários da Protege voltaram ao trabalho nesta manhã.

Fonte: Folha de SP

#sindnews

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo