Dilma diz que Lula pode escolher ministério e ele pediu prazo até segunda


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu à presidente Dilma Rousseff prazo até segunda-feira (14) para responder se aceita ou não o convite para ser ministro.

Lula contou a aliados que Dilma o convidou para ocupar a pasta de sua preferência. Segundo relatou, a presidente disse que não se sentirá diminuída caso ele venha a ter status de "superministro".

Numa reunião com líderes do PT, Lula se disse comovido com a atitude de Dilma. Ele disse que a presidente mostrou-se leal e afirmou a aliados que se encontrará com Dilma na semana que vem.

Dizendo-se dividido, ele não descartou a hipótese de comandar um ministério. Mas disse que precisa consultar mais gente, inclusive a mulher, Marisa Letícia, e filhos.

Na reunião, os petistas disseram que trabalham com a perspectiva de a juíza Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, da 4ª Vara Criminal de São Paulo, refutar o pedido de prisão já nesta sexta-feira (11). Outra hipótese é que ela só se manifeste na segunda-feira (14).

Por isso, Lula avalia que tem tempo para pensar antes de tomar uma decisão a respeito do convite. Ele disse ainda que se sentirá mais confortável para dar sua resposta depois que a juíza rejeitar o pedido de prisão.

Nas conversas, o ex-presidente repete que não quer passar a imagem de que, com a nomeação, pretende escapar da prisão. O prazo de segunda-feira também leva em conta a convenção do PMDB no sábado (12).

Fonte: Folha de SP

#sindnews

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo