• Sindicato dos Bancários

Setor de telemarketing fecha postos de trabalho pela 1ª vez desde 2006


O número de empregados no setor de telemarketing caiu 3,4% no acumulado até setembro, segundo a ABT (de empresas do ramo). Durante o ano, 16,7 mil trabalhadores foram demitidos.

"É o primeiro recuo desde 2006", diz Cássio Azevedo, presidente da associação.

Até o ano passado, houve um incremento da força de trabalho de 11,4% por ano, que chegou a 490 mil pessoas em 2014. Hoje, são 473,3 mil.

"A mão de obra é 70% dos custos. Os aumentos no salário mínimo e na energia prejudicaram as margens do negócio", afirma Azevedo, que também comanda a A&C, uma companhia da área.

Como as empresas não repassaram os reajustes, o caixa ficou baixo, o que diminuiu a capacidade de investimento e afetou a geração de novas vagas.

"A média de resultados do Ebitda [lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização] das companhias foi de 12% no ano passado. Em 2015, a projeção é que fique entre 5% e 6%."

A região Sudeste concentrou a maior parte dos cortes do setor, com 15 mil demissões. As demais estão distribuídas entre Nordeste e Sul, de acordo com o executivo.

"A luz amarela está acesa. Se a trajetória da economia continuar como está, podem ocorrer novas demissões."

Até então, o pior ano da série histórica havia sido em 2009, quando 2.000 vagas foram criadas.

Fonte: Folha de SP

#sindnews

0 comentário

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo