• Sindicato dos Bancários

Clientes da Unimed Paulistana terão mais 60 dias para fazer portabilidade


A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) prorrogou por mais 60 dias o prazo para os clientes da Unimed Paulistana realizarem a portabilidade extraordinária para outros planos de saúde.

Inicialmente, o prazo para migração de plano expiraria no dia 30 de outubro, mas, nessa data, a agência anunciou que daria mais 15 dias, a partir do dia 3 de novembro, para os clientes concluírem a migração –o que aconteceria nesta quarta-feira (18).

A agência também vai ampliar a portabilidade para todos os tipos de contrato existentes na Unimed Paulistana: planos individuais, familiares, coletivos empresariais com até 30 vidas ou mais e coletivos por adesão. A medida foi publicada no "Diário Oficial" da União desta quarta-feira (18).

Com essa nova portabilidade, os clientes poderão buscar produtos em qualquer operadora de plano de saúde, sem o cumprimento de carências. Eles também poderão escolher entre as opções disponíveis no Sistema Unimed através do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta ), anunciado no dia 30 de setembro, firmado pela ANS, Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual de São Paulo e o Procon-SP (Instituto de Defesa do Consumidor) com a Unimed do Brasil, a Central Nacional Unimed, a Unimed Fesp e a Unimed Seguros.

A ANS informou, por meio de nota, que a medida vai acelerar o processo de proteção e de migração de beneficiários remanescentes na Paulistana. A portabilidade extraordinária pode ser realizada por todos os beneficiários da operadora, independentemente do tipo de contratação e da data de assinatura dos contratos.

Sem condições financeiras para cumprir seus contratos, a Unimed Paulistana foi obrigada pela ANS a entregar a carteira de clientes a outros gestores. Ao todo, a operadora vai entregar a sua carteira de 744 mil clientes a outros gestores de planos de saúde. A maior parte dos clientes da Unimed Paulistana está concentrada na cidade de São Paulo.

A Unimed do Brasil informou que ainda não tem os dados consolidados da portabilidade extraordinária. Já as operadoras Central Nacional Unimed e Seguros Unimed informaram que 10.866 beneficiários realizaram a transferência para seus planos até 29 de outubro.

Na avaliação da ANS, a transferência da carteira de clientes da Unimed Paulistana foi determinada em função de "anormalidades econômico-financeiras e administrativas graves que colocam em risco a continuidade do atendimento à saúde".

Fonte: Folha de SP

#sindnews

0 comentário

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo