• Sindicato dos Bancários

Banco Itaú manda clientes esperarem do lado de fora da agência em Cascavel


Às vezes fica difícil de imaginar que o atendimento bancário pode piorar. Mas pode. Em plena segunda-feira, o Banco Itaú de Cascavel, no oeste do Paraná, resolveu "inovar" e os clientes agora são barrados na entrada da agência. Isso mesmo. Não podem entrar. A atendente que "permite" a entrada, postada na calçada, do lado de fora da porta, tenta explicar mas não consegue a normativa de que "agora" o banco estaria sendo cobrado: Resolução 2.932 do CMN (Conselho Monetário Nacional), de 2002. Ela diz, de forma atrapalhada, que precisam limitar o número de pessoas dentro da agência e que há um controle de quem entra, e mostra o cartaz colado ao lado da porta:

O recurso é usado pelo banco geralmente após períodos de greve, para "evitar tumultos" e tentar evitar quem não é correntista. A prática já foi denunciada em anos anteriores e pelos mesmos motivos. Veja o que diz a tal resolução:

Resolução CMN no 2932 Art. 6º-A As instituições financeiras (...) podem decidir sobre a suspensão do atendimento ao público em suas dependências, quando assim justificarem estados de calamidade pública, grave perturbação da ordem interna ou casos que possam acarretar riscos à segurança dos funcionários, dos clientes e dos usuários de serviços, considerados relevantes pelas próprias instituições.

Parágrafo único. A decisão relativa à suspensão do atendimento ao público (...) deve estar fundamentada em documentos pertinentes a cada situação ou evento, tais como boletim de ocorrência policial, relatórios de comunicação do fato, laudo de sinistro de sociedade seguradora e notícias veiculadas em jornais, dentre outros julgados importantes, os quais devem ser mantidos na sede da instituição, à disposição do Banco Central do Brasil, pelo prazo de cinco anos (...).

DO LADO DE FORA Em pleno horário do meio-dia, os clientes são barrados do lado de fora da agência. Flagrante do Portal AN6, feito às 11h45 desta segunda-feira (9), mostra a fila se formando na frente da agência próximo à Praça da Bíblia, com os clientes atônitos e sem reação, pois ninguém conseguia entender os motivos da restrição. Contudo, no interior da agência praticamente não havia filas para o caixa, tampouco no atendimento automático.

SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE CASCAVEL O presidente da Federação dos Bancários do Paraná e do Sindicato dos Bancários de Cascavel e Região, Gladir Basso, ficou indignado com a notícia e disse que desconhecia o assunto, inclusive a tal resolução. "Se o banco está aberto é para atender as pessoas. Isso é uma arbitrariedade, um absurdo, porque expõe as pessoas ao risco de assalto. Não há motivo algum que justifique o uso dessa legislação".

Gladir prometeu entrar em contato com a diretoria do Banco Itaú para questionar os motivos dessa medida e orientou que os clientes que se sentirem prejudicados que recorram ao Procon.

Fonte: Portal AN6

#itaú

0 comentário

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo