Reunião do FST destaca Campanhas Salariais


O Fórum Sindical dos Trabalhadores – FST– realizou nesta terça-feira (13), na sede da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), em Brasília, reunião ordinária para discutir pauta de interesse da classe trabalhadora, com foco nas campanhas salariais e nos últimos acontecimentos do Congresso Nacional.

O coordenador nacional do FST, Lourenço Prado, também presidente da CONTEC – Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito, relatou a situação da categoria em greve. “As notícias relacionadas aos trabalhadores são terríveis. E o reajuste dos bancários, assim como o de outras categorias, não é satisfatório. Gente a serviço dos bancos e dos governos tem demais. Mas não podemos permitir a desmoralização das nossas campanhas salariais”, disse.

João Domingos, presidente da CSPB, reforçou o discurso de resistência. “A greve dos previdenciários termina hoje sem nada de relevante. Estamos com um sentimento de derrota. Podem prestar atenção, as greves estão acabando de inanição. Precisamos mudar isso”, enfatizou.

CONGRESSO NACIONAL

“Mas todas as nossas preocupações se tornam pequenas diante do texto de Daniel Vilela em que consta o negociado sobre o legislado”, destacou Domingos, que ainda avaliou a última semana no Congresso Nacional como uma das mais terríveis para os trabalhadores do setor público e demais neste ano.

A votação da Medida Provisória 680/2015, que institui o programa de Proteção ao Emprego (PPE), foi debatida e repudiada pelos participantes, que avaliaram o PPE como uma introdução à reforma sindical.

Para enfretamento aos ataques contra a classe trabalhadora, nas Casas do Legislativo, o FST realizará uma reunião extraordinária para mobilização dos trabalhadores por meio das confederações que o compõem.

Fonte: FST

#sindnews

Seguir:

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo