Devedores do Minha Casa, Minha Vida podem perder imóvel, diz ministro


O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, disse nesta terça-feira (22) após audiência pública na Câmara dos Deputados que os inadimplentes da faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida poderão perder seus imóveis se não pagarem as parcelas do financiamento.

Segundo ele, a Caixa tem sua estratégia para fazer a cobrança e evitar o aumento da inadimplência na chamada faixa 1 —em que o governo dá subsídios para reduzir a parcela—, que já passa dos 20%.

"A Caixa tem a sua estratégia. É muito importante o acompanhamento para que não haja família que fique tranquila em relação ao não pagamento. A Caixa vai deixar claro para os moradores que ela vai adotar providências que pode até ser a perda da casa", afirmou Kassab após audiência pública na qual que explicou as mudanças no Minha Casa, Minha Vida aos parlamentares para a próxima etapa do programa.

As mudanças no Minha Casa anunciadas na semana passada, criaram uma nova faixa de beneficiários e, na prática, tornarão mais caro o financiamento para as famílias de baixa renda. Segundo Kassab, a medida provisória necessária para criar as novas regras do programa será enviada até a próxima semana ao parlamento.

O ministro afirmou que o governo está "se esforçando" para iniciar a terceira etapa do programa, que promete a construção de mais 1,5 milhão de imóveis ainda este ano, mas que não pode dizer que é um "compromisso". Isso porque, segundo ele, a prioridade será pagar os subsídios para parte dos 4,1 milhões de imóveis da primeira e segunda etapa do programa que já foram lançados.

Apesar da falta de recursos do governo, Kassab garantiu que os pagamentos do Minha Casa, Minha Vida estão em dia.

Questionada pela Folha, a Caixa Econômica Federal informou nesta segunda (21) que "não houve nenhuma alteração nos procedimentos de cobrança e de retomada de imóveis para a faixa 1 do Programa Minha Casa Minha Vida".

Segundo o banco, é praxe a cobrança orientar as famílias sobre a possibilidade de de retomada do imóvel no caso de inadimplência. "Mantém-se o posicionamento, para o MCMV faixa 1, nos casos de inadimplência, de esgotar as providências de orientação e cobranças no nível administrativo", diz a Caixa.

Fonte: Folha

#2 #sindnews

0 comentário