Itaú é condenado a pagar R$ 5 milhões por conduta antissindical no RN


O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN) penalizou o banco Itaú em uma multa de R$ 5 milhões de reais por conduta antissindical contra os funcionários. Depois de uma denúncia, o Ministério Público do Trabalho (MPT-RN) apurou que o Itaú praticava repressão de atividades sindicais com o objetivo de enfraquecer o movimento, além de criminalizar os dirigentes de sindicato. Segundo a investigação, os sindicalistas eram proibidos de entrar nas agências bancárias. O procurador do Trabalho Fábio Romero Aragão Cordeiro afirma que a instituição bancária tinha como objetivo enfraquecer as atividades sindicais. "O banco praticou, reiteradamente, condutas antissindicais de modo que há um aviso explícito aos trabalhadores de que, caso ostentem a condição de dirigentes sindicais eventualmente eleitos, receberão tratamento discriminatório e hostil." Em menos de um ano, o banco sofre a segunda condenação por danos morais coletivos. Em abril do ano passado, o Itaú foi punido em R$ 5 milhões de reais devido à sobrecarga de trabalho imposta aos funcionários. Fonte: Rede Brasil Atual

#4 #itaú

0 comentário