• Sindicato dos Bancários

MPT recomenda que CAIXA anule processos de seleção interna


Falta de transparência é principal motivador da Notificação

O Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF), representado pela procuradora Ana Cristina D. B. F. Tostes Ribeiro, expediu Notificação Recomendatória (NR) para que a Caixa Econômica Federal (CAIXA) anule, no prazo máximo de quinze dias, os processos de habilitação “Certificado de Conhecimentos CAIXA” – Sistemática 002/2015 (Banco de Habilitados – Assistente e Assistente Executivo Júnior), Sistemática 003/2015 (Banco de Habilitados – Assistente/Assistente Executivo Pleno, Assistente Executivo Master e Assistente Master TI) e Sistemática 004/2015 (Banco de Habilitados – Assistente/Assistente Executivo Sênior, Consultor Matriz e Consultor TI).

A NR foi produzida a partir da constatação de irregularidades nos processos seletivos internos. Segundo a procuradora Ana Cristina Ribeiro, “é preciso que os candidatos tenham acesso à prova e ao gabarito, bem como a oportunidade de interposição de recursos”.

Ela reforçou que os candidatos devem realizar as provas com questões iguais para a função, com as mesmas condições e fiscalização.

Em audiência na sede do MPT-DF, representante da CAIXA afirmou que foram 8.286 empregados participantes e que a empresa pública recebeu 303 reclamações. Também disse que a não disponibilização de espelho, gabarito e recurso foi “estratégica”.

O não atendimento da Recomendação acarretará a adoção das medidas judiciais pertinentes pelo Ministério Público do Trabalho.

Nova audiência está agendada para 27 de agosto, às 14h no MPT-10 em Brasília - DF.

Fonte: APCEF SP

#caixafederal #2

0 comentário