• Sindicato dos Bancários

Grupo é preso pela PM após explodir caixa eletrônico em Alumínio


caixa_Alumínio.jpg

Sete pessoas foram presas suspeitos de explodirem caixas automáticos na madrugada de quinta-feira (2 de abril), em Alumínio SP. De acordo com informações da Polícia Militar, a explosão ocorreu por volta das 3h e assustou os moradores.

Com os criminosos, os policiais encontraram explosivos, fuzis, outras armas e munições, além do dinheiro dos caixas automáticos.

Ainda segundo a polícia, um dos explosivos ficou preso na saída de dinheiro do caixa automático.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), especializado em materiais explosivos, foi acionado para retirar o material e verificar se existem outros explosivos dentro do local. Com o grupo, foi encontrada a quantia R$ 28 959,00 em dinheiro, além de armamento pesado.

O furto foi realizado com o uso de explosivos e identificado por policiais militares que realizavam patrulhamento pelo região, por volta das 3h. Os criminosos, porém, já haviam fugido quando a equipe chegou ao local. Com a informação de que um dos veículos estaria com um pneu furado soltando pedaços de borracha, as viaturas conseguiram localizar os responsáveis pelo furto em uma chácara do bairro Areia Branca, na mesma cidade. Além do dinheiro, foram localizados com o grupo três fuzis, 13 carregadores com 366 cartuchos de calibre 556, uma pistola calibre 40 com a numeração raspada, com carregador e dez munições. Também foram apreendidos dois veículos, um Volvo com registro de roubo em São Paulo e um Fiat Attractive. Os caixas estourados ficam ao lado da Prefeitura de Alumínio, mas os munícipes que precisam realizar operações bancárias na CEF ainda tem a opção de usar a agência da Rua Rio Grande do Sul. O local do crime permanece isolado.

Fonte: G1

#caixafederal

0 comentário