• Sindicato dos Bancários

Ladrões explodem agência bancária em Tapiraí


Bandidos explodiram, na madrugada de ontem, em Tapiraí, caixas eletrônicos da agência central do Bradesco, e na fuga trocaram tiros com policiais militares. Entretanto, mesmo com a força da explosão que causou danos de grande monta no banco, nenhum dinheiro foi levado porque as máquinas estavam em manutenção. O bando, não identificado, conseguiu fugir do cerco policial jogando pregos conhecidos como "miguelitos", que furaram os pneus das viaturas. O carro utilizado pelos ladrões foi roubado em Sorocaba no início do mês. Os ladrões estavam fortemente armados, com vários calibres de fuzil. Por volta das 3h uma equipe da Polícia Militar fazia patrulhamento pelo centro da cidade quando, na rua Raul Leite Magalhães, se depararam com ladrões tentando furtar os caixas eletrônicos do Bradesco, que fica na avenida Professor Nathan Chaves. Naquele momento, quando a explosão já tinha inclusive ocorrido, os ladrões fugiram ao perceber a aproximação policial jogando uma bomba e atirando contra a viatura. Os PMs então tiveram que dar marcha-a-ré e pedir apoio aos, policiais de Votorantim e Piedade. Já na rodovia SP-79, em Piedade, próximo à entrada do bairro dos Pintos, outras duas equipes se depararam com o Honda Civic Prata em alta velocidade, pelo sentido inverso, e no acompanhamento, novamente os ladrões dispararam contra os PMs, havendo revide. Ainda durante a perseguição os criminosos jogaram "miguelitos" para furar os pneus das duas viaturas, mas mesmo assim uma delas ainda conseguiu prosseguir o carro até a estrada José de Carvalho, que liga Piedade a Pilar do Sul, onde perdeu o veículo de vista. Porém, no trajeto, mais exatamente onde houve a troca de tiros, os policiais localizaram o para-brisa do Honda Civic, e com a numeração parcial do chassi foi apurado que o carro utilizado pelos ladrões possui placas originais de Angatuba, havendo queixa de roubo em 2 de março em Sorocaba. Na ocorrência, registrada na delegacia de Tapiraí, constou não saber a quantidade de explosivos utilizados, mas que foram todos detonados. Mas na agência foram apreendidas cápsulas de munição calibre 762 (duas deflagradas) e 556 (duas deflagradas e uma intacta), ambas munições de fuzil, e de 9 milímetros, sendo também duas deflagradas e uma intacta. E na troca de tiros os policiais militares dispararam 53 vezes, sendo 23 de fuzil Imbel calibres 556 e 30 de pistola calibre ponto 40. Neste mês Na madrugada do último dia 3, caixas eletrônicos foram explodidos em Sorocaba e em Cerquilho, mas em ambos os casos os ladrões não conseguiram levar dinheiro. Em Sorocaba, o alvo foi um dos quatro caixas existentes no estacionamento de um mercado situado na avenida Ipanema, na Vila Nova Sorocaba. Em Cerquilho a quadrilha agiu na agência da Caixa Econômica Federal, no centro da cidade. Ninguém foi preso. No estacionamento do supermercado a explosão danificou a parte frontal do Banco 24h, sem portanto atingir o compartimento onde fica o dinheiro. Um representante da Tecnologia Bancária (Tecban), com sede em São Paulo, estimou que o prejuízo seja de R$ 30 mil. Em Cerquilho a CEF foi duas vezes alvo dos ladrões em menos de 60 dias. No último caso seis homens explodiram dois caixas eletrônicos, provocando danos de grande monta na agência. Os criminosos estariam com armas longas. No primeiro caso, em 20 de janeiro, um caixa eletrônico foi explodido por meio de dinamites. Os criminosos, que estariam em pelo menos dois veículos, conseguiram fugir com dinheiro. Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionada para desarmar duas bombas deixadas no local. O valor roubado não foi divulgado.

Fonte: Cruzeiro do Sul

#bradesco

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo