• Sindicato dos Bancários

Superintendente regional da CEF visita sindicato


No último dia 22, recebemos a visita do Senhor Sandro Vimer Valentini com o intuito de esclarecer alguns pontos de sua gestão e principalmente, conversar sobre os problemas apresentados em algumas agências, com os aparelhos de ar condicionado.

Em um primeiro momento o Superintendente deixou claro que foi necessária a troca da empresa prestadora de serviços, que executava a manutenção dos aparelhos na região e que a nova contratada estava fazendo o possível para manter todos os aparelhos em funcionamento.

Deixou claro e efetuou algumas ligações durante a conversa, para confirmar as agências que estavam com problemas e que era de conhecimento da SR e elencou Ibiúna, Tropeiros, Avenida São Paulo, entre cinco ou seis agências. Aproveitou para solicitar deste sindicato uma proximidade maior com respeito às ocorrências, já que no caso da agência Tropeiros o Corpo de Bombeiros foi acionado.

Reafirmamos a ele que protocolamos documentos em todas as Regionais dos bancos, solicitando priorizar as manutenções e higienizações dos referidos aparelhos ainda no mês de outubro, quando víamos a projeção de um verão muito quente e sem chuvas, o que poderia gerar muitos problemas, mas ser evitados através das manutenções preventivas.

Deixamos claro que durante sua ausência, seu sucessor Senhor Ricardo Bortolini manteve portas abertas e como é de seu feitio, sempre buscando solucionar as ocorrências que acontecem em todas as gestões.

Também abordamos a conjuntura nacional, com os escândalos políticos, as declarações polêmicas e seus possíveis reflexos na gestão da CAIXA.

Sandro usou o termo subir um degrau, quando se referia as denuncias que recebemos, sempre anônimas e que não dão nomes, o que dificulta a atuação da SR.

Relatamos que essa também é nossa dificuldade e que quando as denuncias chegam são raros os momentos em que podemos identificar os denunciadores, mas pontuando os agressores e seus trejeitos. Entendemos que para uma auditoria mais eficiente é necessário uma série de informações que nem sempre são dadas e pelo anonimato, fica impossível obter maiores detalhes, cabendo ao banco procurar se informar com os pares dentro das agências onde os problemas são apontados.

Pontuamos a questão dos consignados, que como ex-funcionários CAIXA, continuam com o habito de mandar e adentram o expediente de algumas agências com a postura de chefes e durante a conversa, entregamos uma denuncia onde constam dois nomes de terceirizados que parecem ter a preferência do gestor, acima de seus comandados. Sandro ficou de colher informes e tomar providências. Nesta denuncia, destacamos a questão do terceirizado estar atuando dentro do banco, de forma equivocada e executando funções que não são ou nunca deveriam ser deles.

Julio Cesar Machado, presidente do Sindicato e Maria Aparecida Cassetari (Cidinha) dirigente e funcionária CAIXA participaram da conversa e pontuaram as ocorrências.

Julio Cesar Machado - Presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região

#caixafederal

Seguir:

9 9784-7687

Endereço

Telefone

(15) 3229.2990

Sugestões, dúvidas ou reclamações?

Preencha o formulário abaixo