• Sindicato dos Bancários

Bradesco tem 40 pessoas em paraíso fiscal; Itaú agora opera da Suíça


A agência do Bradesco em Luxemburgo funciona no quinto andar de um pequeno prédio comercial da cidade.

Do lado de fora do edifício, o nome "Banco Bradesco Europa S.A" aparece na placa de informação das empresas que operam no local.

No mesmo prédio, atuam empresas de investimento, tecnologia e do setor de saúde.

A Folha entrou na agência, que ocupa todo o quinto andar do prédio. Foi possível identificar pelo menos cinco salas, uma delas de reunião, com poucos funcionários.

Ao ser recebida pelo "número 2" da agência, Jefferson Avelino, a reportagem informou o teor do assunto e pediu mais detalhes sobre o funcionamento do escritório.

Avelino pediu para agendar um encontro para outro dia por meio de sua secretária, mas acionou a assessoria de imprensa do banco e não respondeu mais aos pedidos do jornal.

Em recente entrevista a uma revista empresarial de Luxemburgo, o mesmo gerente conta que a agência foi aberta nesse local em 2002 e hoje é "focada nas oportunidades de negócio entre o Brasil e a Europa". O Bradesco está nesse paraíso fiscal desde 1981.

Em 2010, o escritório mudou o nome de "Bradesco Luxemburgo" para "Bradesco Europa". O relatório de resultados da agência do ano de 2013 aponta um lucro líquido de US$ 24,9 milhões. O documento informa que o banco tem 40 funcionários trabalhando em Luxemburgo.

Já o Itaú controla hoje suas atividades na Europa pela agência localizada em um prédio comercial em Zurique, na Suíça.

Desde 2010, quando foi formalmente aprovada a fusão do Itaú com o Unibanco, a instituição começou a desativar a operação em Luxemburgo, onde funcionava no mesmo prédio do Bradesco, e transferir sua atuação para o território suíço.

Fonte: Folha de SP

#bradesco

0 comentário